Spam, spam, ignóbil spam. O equivalente electrónico ao correio indesejado no tapete da entrada, é um dos principais aborrecimentos da Idade da Internet – leia o nosso guia acerca dos perigos e de como preservar a sua caixa de entrada livre de spam.



O que é o spam?

Trata-se de emails anónimos, não solicitados, enviados em grande número , – o spam é, efectivamente, o equivalente email ao correio indesejado entregue pelo carteiro. É distribuído em quantidades astronómicas por spammers que ganham dinheiro através da pequena percentagem de recipientes que de facto respondem. O spam também é usado para phishing e para espalhar código malicioso.

Ao longo da década passada, o uso e a distribuição de spam desenvolveram-se. Enquanto que, inicialmente, o spam era enviado directamente a utilizadores de computador e facilmente bloqueado, nos anos que se seguiram, as conexões de Internet de alta velocidade permitiram aos spammers distribuir emails em massa de forma rápida e barata, e a descoberta de que os moduladores de utilizadores individuais podem ser acedidos por alguém em qualquer lugar no mundo desde que não possuam qualquer tipo de protecção. Por outras palavras, as conexões de utilizadores de Internet confiantes podem ser utilizadas para enviar spam em quantidades muito mais elevadas.

Isto passou-se até que os fabricantes de hardware começaram a proteger os equipamentos, e os filtros se tornaram mais eficientes no bloqueio de spam. Contudo, as técnicas dos spammers continuaram a desenvolver-se, não só na forma como enviam spam, mas também na sua resposta aos filtros. O resultado é uma batalha contínua entre spammers e aqueles que os combatem, tentando de forma constante estar um passo à frente na luta para impedir o spam de entupir a auto-estrada da informação.

De que forma me posso proteger do spam?

  • Mantenha, no mínimo, dois endereços de email. Use o seu endereço privado apenas para correspondência pessoal, e outro endereço para registrar-se em fóruns públicos ou chats, assinar mailing lists, etc.

  • O seu endereço privado deve ser difícil de adivinhar. Os spammers servem-se de combinações de nomes , palavras e números óbvias para construir listas de possíveis endereços. O seu endereço privado não deve compor-se simplesmente dos seus primeiro e último nome. Seja criativo e personalize o seu endereço de e-mail.

  • Pense no seu endereço público como temporário. São altas as probabilidades de que os spammers depressa tomarão conta do seu endereço público se este for frequentemente usado na Internet. Não tenha medo de modificá-lo de tempos a tempos.

  • Nunca responda a spam. A maior parte dos spammers verifica a recepção de respostas e registra-as. Quanto mais responder, mais spam receberá.

  • Não clique nos links para 'anular a subscrição' em emails provenientes de fonte duvidosa. Os spammers enviam cartas falsas para anular subscrições numa tentativa de reunir endereços de e-mail activos. Se clicar 'anular a subscrição' numa destas cartas, limitar-se-á a aumentar a quantidade de spam que recebe.

  • Nunca publique o seu endereço privado em recursos acessíveis ao público.

  • Se tiver que publicar o seu endereço privado electronicamente, mascare-o de forma a evitar que seja aproveitado por spammers. ‘António. Silva@example.org’ é fácil de encontrar, tal como 'A.Silva@example.org'. Alternativamente, tente escrever ' António -ponto-Silva-arroba-example.org'. Se tiver que publicar o seu endereço privado num website, faça-o como ficheiro de imagem e não como link.

  • Considere utilizar um certo número de endereços públicos para identificar quais os serviços que estão a vender o seu endereço a spammers.

  • Assegure-se de estar a usar a última versão do seu navegador Web e de quetodos os patches de segurança foram instalados.

  • Use uma solução anti-spam e só abra contas de email com fonecedores que incluam a filtragem de spam.

  • Se o seu endereço privado for descoberto por spammers - modifique-o. Pode ser inconveniente, mas a modificação da sua morada de email ajuda realmente a evitar o spam - por algum tempo, pelo menos!


© 1997 - 2014 Kaspersky Lab ZAO.

Todos os direitos reservados.