Ataques à medida através da geolocalização nas redes sociais

25 out 2013
Comunicados de Imprensa

Lisboa, 25 de Outubro de 2013 - A geolocalização tornou-se numa funcionalidade muito utilizada pelos utilizadores de smartphones em todo mundo. Graças a sistemas como o GPS e ao desenvolvimento de mashups, tem crescido o interesse dos utilizadores em receberem ofertas de restaurantes, hotéis, rotas de interesse etc.

As redes sociais mais populares - Facebook, Twitter, Google+ - permitem aos utilizadores partilharem a informação sobre a sua localização e o estão a fazer em determinado momento. Mas a grande popularidade destes serviços não passou despercebida aos cibercriminosos, que começaram a ajustar as suas tácticas a este fenómeno para tornar os seus ataques mais dirigidos e eficazes.

"Começámos a observar uma grande quantidade de cibercriminosos que usam a geolocalização para realizar ataques dirigidos às redes sociais através de apuradas técnicas de engenharia social", afirmam os analistas da Kaspersky Lab

A natureza das redes sociais, em que os utilizadores partilham detalhes íntimos das suas vidas, nomeadamente onde se encontram, quais os seus hobbies, onde trabalham e o que comem, etc., faz com que este tipo de ciberataques seja mais fácil de implementar. Os dados que se partilham permitem aos cibercriminosos filtrarem os perfis dos utilizadores de acordo com interesses concretos. Isto facilita-lhes a tarefa de criar phishing à medida ou conceber ataques a um pequeno grupo de pessoas numa cidade específica, por exemplo.

A Kaspersky Lab oferece alguns conselhos muito simples para proteger a sua privacidade quando usa a geolocalização nas redes sociais:

Utilize um perfil privado
Se bloquear o acesso à sua rede social, poderá escolher quem pode ver ou não o seu perfil. Desta forma, tudo o que publiques será visto única e exclusivamente por pessoas da sua confiança.

Não aceite desconhecidos
Nunca se sabe quem pode estar por detrás de um perfil desconhecido. Junte ao seu grupo de amigos apenas as pessoas que conheça – evitará dores de cabeça no futuro.

Não partilhe a sua localização rotineira
Não faça check-in em lugares que frequente diariamente, já que isto pode permitir aos cibercriminosos saber quais são os lugares que mais visita e poder assim realizar um ataque preciso.

Faça check-in só quando estiver para sair
Fazer o check-in quando está prestes a sair de um determinado local permite deixar um menor rasto.

© 1997 - 2014 Kaspersky Lab ZAO.

Todos os direitos reservados.