Terramoto do Japão faz aumentar fraude online

18 mar 2011
Notícias de Vírus

Uma vez mais, os ciber-criminosos tentam aproveitar-se de uma catástrofe e, desta feita, o tema explorado foi a tragédia ocorrida no Japão. Com efeito, o terramoto e posterior tsunami que assolou o país nipónico na passada semana e o consequente estado de alerta em que se encontra a central nuclear de Fukushima estão a ser aproveitados para a realização de esquemas de fraude online.

A catástrofe do Japão propiciou já a criação de 1,7 milhões de páginas fraudulentas, a circulação de esquemas fraudulentos online e o registo de mais de 50 domínios falsos para conseguir dados de pessoas dispostas a fazer donativos às vítimas do terramoto, como aliás já informou o Internet Crime Complaint Center (IC3). A Kaspersky Lab detectou a circulação de uma campanha de spam malicioso com emails que contêm URLs maliciosas sobre a catástrofe.

Dois dos exploits detectados são o Downloader.Java.OpenConnection.dn e o Downloader.Java.OpenConnection.do e encontram-se alojados num popular domínio que distribui falsos antivírus e instala aplicações maliciosas nos equipamentos.

A Kaspersky Lab dá alguns conselhos para evitar que aqueles que querem colaborar solidariamente com as vítimas do Japão sejam burlados pelos ciber-criminosos:

  • Informe-se primeiro sobre quem é o destinatário do seu donativo. Os ciber-burlões podem criar lojas virtuais para obter informações relativas ao seu cartão de crédito.
  • Antes de disponibilizar informação pessoal ou financeira, convém ler a política de privacidade do site e entender perfeitamente como será armazenada e tratada a sua informação.
  • Assegure-se que instala e mantém o seu software anti-malware actualizado com as últimas assinaturas no seu sistema. Isto ajudará a estar protegido contra os vírus e a perda de dados provocada por Trojans que roubam informação financeira sensível.
  • Utilize um cartão de crédito que disponha de uma linha de crédito reduzida só para as operações online.
  • Acostume-se a utilizar diferentes passwords em cada loja online e, se necessário, anote-as e guarde-as em lugar seguro.
  • O teclado virtual é uma opção mais segura quando se introduz nomes de utilizador, passwords e outro tipo de informação identificativa, sempre que se utilizam serviços baseados na Internet (tais como serviços de email, sistemas de banca online, redes sociais, etc.).
  • Assegure-se que a sua operação está encriptada e que a sua privacidade está protegida. Verifique se a URL que aparece no seu browser começa com "https://" e tem o ícone de um cadeado fechado na parte direita da barra de endereços ou na parte inferior da janela do motor de busca.

Acerca da Kaspersky Lab:

Kaspersky Lab é a maior companhia antivírus da Europa. A Kaspersky Lab proporciona uma das protecções mais imediatas do mundo contra ameaças à segurança informática, incluindo vírus, spyware, crimeware, hackers, phishing e correio spam. A companhia está entre os quatro primeiros fabricantes mundiais de soluções de segurança informática para utilizadores finais. Os produtos e soluções da Kaspersky Lab proporcionam um dos tempos de resposta mais rápidos e níveis de detecção mais elevados da indústria, tanto para utilizadores particulares, pequenas e médias empresas e grandes corporações, como para ou ambiente informático móvel. A tecnologia da Kaspersky® também está incluída em produtos e serviços de outros criadores de soluções de segurança líderes da indústria informática. Leia mais na nossa página www.kaspersky.pt. Para conhecer as últimas novidades em antivírus, antispyware e outros aspectos e tendências em segurança informática, visite www.securelist.com.

© 1997 - 2014 Kaspersky Lab

Todos os direitos reservados.