Websites pornográficos distribuem novo Trojan para dispositivos móveis baseados na plataforma Android

Websites pornográficos distribuem novo Trojan para dispositivos móveis baseados na plataforma Android

15 set 2010
Notícias de Vírus

A Kaspersky Lab anuncia que detectou um segundo Trojan-SMS desenhado para os smartphones baseados na plataforma Android. Com a intenção de infectar o maior número de dispositivos possível, os ciber-criminosos distribuem este novo código malicioso através de páginas Web contendo vídeos pornográficos.

Curiosamente, os proprietários destes sites com conteúdos para adultos estão a incitar deliberadamente os utilizadores de dispositivos Android a descarregarem o Trojan, enquanto os utilizadores de outras plataformas só recebem o conteúdo que desejam.

Tal como o seu predecessor, o primeiro Trojan–SMS descoberto pela Kaspersky Lab no passado mes de Agosto, o novo programa mascara-se como um media player. Um smartphone só pode ser infectado se o utilizador instalar a aplicação manualmente, pelo que é pedido aos utilizadores do Android que descarreguem a aplicação pornplayer.apk a partir de um website infectado, com o objectivo de poderem, através desse programa, visionar vídeos pornográficos. O ficheiro pesa apenas 16,4 KB e, durante a instalação, o Trojan pede autorização para enviar mensagens SMS (o que é comum nos media players).

Assim que o utilizador coloca em funcionamento a aplicação falsa, denominada Trojan-SMS.AndroidOS.FakePlayer.b, esta começa de imediato a enviar mensagens SMS para números de valor acrescentado sem o conhecimento do utilizador. As mensagens custam cerca de 5 euros cada, pelo que o utilizador perde uma quantia considerável de dinheiro, que acaba na conta do ciber-criminoso que criou este código malicioso.

“Os utilizadores do Android devem prestar especial atenção aos serviços a que uma aplicação solicita acesso”, afirma Denis Maslennikov, Director do Grupo de Investigação Móvel da Kaspersky Lab. “Instalar de forma automática uma aplicação, autorizando cada solicitação que faça, pode ter como consequência que o telefone acabe infectado e possa realizar todo o tipo de acções sem pedir nenhuma confirmação adicional”.

O código malicioso que existe dentro do Trojan é similar ao do seu antecessor. Isto sugere que ambas as aplicações foram criadas pela mesma pessoa ou grupo de pessoas.

De acordo com a consultora IDC, os fabricantes de dispositivos móveis Android foram os que registaram o maior crescimento nas vendas em todo o mundo. Os peritos da Kaspersky Lab prevêem que em breve haverá mais programas maliciosos a afectarem terminais com a plataforma Android, pelo que estão a trabalhar no desenvolvimento de tecnologias de segurança que protejam este sistema operativo.

Acerca da Kaspersky Lab:

Kaspersky Lab é a maior companhia antivírus da Europa. A Kaspersky Lab proporciona uma das protecções mais imediatas do mundo contra ameaças à segurança informática, incluindo vírus, spyware, crimeware, hackers, phishing e correio spam. A companhia está entre os quatro primeiros fabricantes mundiais de soluções de segurança informática para utilizadores finais. Os produtos e soluções da Kaspersky Lab proporcionam um dos tempos de resposta mais rápidos e níveis de detecção mais elevados da indústria, tanto para utilizadores particulares, pequenas e médias empresas e grandes corporações, como para o ambiente informático móvel. A tecnologia da Kaspersky® também está incluída em produtos e serviços de outros criadores de soluções de segurança líderes da indústria informática. Leia mais na nossa página www.kaspersky.pt.

© 1997 - 2014 Kaspersky Lab

Todos os direitos reservados.