Kaspersky Lab publica um artigo com o título "Brasil: um país rico em Trojans bancários"

16 out 2009
Notícias de Vírus

Kaspersky Lab anuncia o lançamento de um artigo intitulado “o Brasil: um país rico em Trojans bancários” por Dmitry Bestuzhev, Pesquisador Regional Sénior na América Latina. O artigo fornece um resumo de como os cyber-criminosos atacam sistemas bancários online.

As estatísticas mostram que o Brasil é uma fonte de Trojans bancários – os programas maliciosos pretendem detectar clientes bancários online. O artigo descreve a forma como esses Trojans são usados para penetrar secretamente computadores que pertencem a utilizadores brasileiros e como os cyber-criminosos os usam para roubar fundos das contas bancárias das suas vítimas.

"A estrutura social altamente estratificada do Brasil muitas vezes significa que aqueles com um rendimento baixo são atraídos para actividades ilegais, incluindo a escrita de programas maliciosos com os quais pretendem roubar dados bancários," diz o autor. "Adicionalmente, o Brasil não tem legislação que combata efectivamente o cyber-crime." Bradesco, Caixa, Banco do Brasil e Itaú são os bancos mais vezes atacados por malware bancário.

Adicionalmente, “os sites de ligação em rede sociais tornaram-se uma fonte importante de quase qualquer tipo de informação pessoal: o nome completo, data do nascimento, morada etc. Esta informação pode ser facilmente usada por cyber-criminosos para obter "oficialmente" o código PIN de um utilizador do call center de um banco" afirma o artigo.

Dmitry Bestuzhev conclui com detalhes de como o cyber-crime pode ser combatido e recomenda que os bancos brasileiros invistam mais de forma maior em soluções de segurança que ofereçam aos seus clientes uma protecção de confiança, inclusive a distribuição de dispositivos de segurança livres de despesas.

A versão completa do artigo encontra-se disponível em www.viruslist.com/en. Um sumário do artigo pode ser encontrado em www.kaspersky.com.

Para mais informação sobre os Trojans bancários dê uma vista de olhos às FAQ Ameaças Informáticas.

O material pode ser reproduzido desde que o autor; o nome da empresa e a fonte original sejam citados. A reprodução deste material de forma reescrita necessita o consentimento expresso do departamento de RP Kaspersky Lab.

© 1997 - 2014 Kaspersky Lab ZAO.

Todos os direitos reservados.