Kaspersky Lab patenteia método de identificação avançada de spam

17 dez
Spam News

O correio não solicitado constitui uma importante fonte de prejuízos tanto para empresas como para utilizadores particulares e contém, por norma ofertas fraudulentas, anexos maliciosos ou links para páginas maliciosas.

Um dos métodos mais eficazes e populares para combater o spam passa pela classificação de mensagens em função das palavras e frases chave que contêm, que são típicas deste tipo de mensagens. Esta estratégia pode ser aplicada para configurar rapidamente o sistema para que bloqueie a entrada de novos tipos de spam. Também garante taxas de detecção bastante elevadas, com diminutos falsos positivos.

A nova tecnologia patenteada pela Kaspersky Lab baseia-se no referido sistema de aplicação de palavras e frases chave para a detecção de spam. A nova tecnologia foi registada a 16 de Novembro de 2010 no Gabinete de Patentes e Marcas Comerciais dos Estados Unidos de América, com o número de patente 7.836.061

O método patenteado classifica as mensagens de texto electrónico em função de uma lista hierarquizada de categorias de mensagens, conhecida como rubricator. Cada categoria é definida por um conjunto de termos chave e diferentes modelos de texto. As mensagens de entrada são categorizadas calculando o seu peso relativo relativamente a cada categoria que contém os termos chave presentes na mensagem, para depois determinar o grau de semelhança com cada um dos modelos. Se a mensagem de texto inclui um determinado número de palavras-chave, ou for suficientemente similar a um dos modelos, é classificada dentro de uma das categorias, incluindo o spam.

Esta tecnologia permite criar categorias de mensagens utilizando termos e modelos. Cada categoria pode ser dividida em subcategorias para aumentar o grau de precisão na classificação. Para melhorar e simplificar ainda mais a categorização, é possível pré-processar as mensagens de texto através de técnicas como o reconhecimento automático de idioma, eliminando palavras utilizadas frequentemente, como artigos e preposições, etc., e filtrando o ruído exterior.

“O spam é uma das ameaças mais incómodas e desagradáveis e qualquer deterioração na qualidade da filtragem torna-se imediatamente evidente para qualquer utilizador. Por isso, é para nós fundamental manter o elevado nível de protecção dos componentes anti-spam dos nossos produtos e continuar a desenvolver novas tecnologias,” declarou Andrey Nikishin, Director de Investigação de Tecnologias Cloud e de Conteúdos da Kaspersky Lab. “É com muita satisfação que vemos que outro grande avanço tecnológico na área do anti-spam da nossa empresa foi reconhecido adequadamente com esta atribuição de patente.”

Actualmente, diferentes organismos de atribuição de patentes nos EUA, Rússia, China e Europa estão a analisar mais de 70 pedidos de patente da Kaspersky Lab, para proteger as suas inovações tecnológicas no campo da segurança informática.

Acerca da Kaspersky Lab:

Kaspersky Lab é a maior companhia antivírus da Europa. A Kaspersky Lab proporciona uma das protecções mais imediatas do mundo contra ameaças à segurança informática, incluindo vírus, spyware, crimeware, hackers, phishing e correio spam. A companhia está entre os quatro primeiros fabricantes mundiais de soluções de segurança informática para utilizadores finais. Os produtos e soluções da Kaspersky Lab proporcionam um dos tempos de resposta mais rápidos e níveis de detecção mais elevados da indústria, tanto para utilizadores particulares, pequenas e médias empresas e grandes corporações, como para ou ambiente informático móvel. A tecnologia da Kaspersky® também está incluída em produtos e serviços de outros criadores de soluções de segurança líderes da indústria informática. Leia mais na nossa página www.kaspersky.pt. Para conhecer as últimas novidades em antivírus, antispyware e outros aspectos e tendências em segurança informática, visite www.securelist.com.