Comunicados de Imprensa

Comunicados de Imprensa

2014janeirofevereiromarçoabrilmaiojunhojulho
2013janeirofevereiromarçoabrilmaiojunhojulhoagostosetembrooutubronovembrodezembro
2012janeirofevereiromarçoabrilmaiojunhojulhoagostosetembrooutubronovembrodezembro
2011janeirofevereiromarçoabrilmaiojunhojulhoagostosetembrooutubronovembrodezembro
2010janeirofevereiromarçoabrilmaiojunhojulhoagostosetembrooutubronovembrodezembro
2009janeirofevereiromarçoabrilmaiojunhojulhoagostosetembrooutubronovembrodezembro
2008fevereiromarçoabrilmaiojunhojulhoagostosetembrooutubronovembrodezembro

12 nov 2013   Comunicados de Imprensa

Kaspersky Lab bloqueia ataques a vulnerabilidade zero-day do Microsoft Office

No dia 5 de Novembro, a Microsoft publicou um alerta de segurança informando os utilizadores acerca de uma vulnerabilidade do sistema que permitia aos atacantes obterem os mesmos direitos de acesso do utilizador legítimoA tecnologia Prevenção Automática de Exploits da Kaspersky Lab bloqueia as tentativas de infecção desta vulnerabilidade que até esse momento era desconhecida pela Microsoft mas que já está activa desde JulhoA tecnologia de Prevenção Automática de Exploits da Kaspersky Lab (AEP) protege os utilizadores contra o malware que explora as vulnerabilidades descobertas nos programas mais utilizados, incluindo Java, utilizando-as para infectar computadores, e bloqueia com êxito os ataques resultantes da vulnerabilidade recentemente descoberta no software Microsoft Office.No dia 5 de Novembro, a Microsoft publicou um aviso de segurança informando os utilizadores acerca de uma vulnerabilidade no sistema que permitiria aos atacantes obter os mesmos direitos de acesso do utilizador legítimo. Esta vulnerabilidade afecta o Microsoft Windows, o Microsoft Lync e o Microsoft Office. Dado o elevado número de utilizadores destes programas, a vulnerabilidade de software já afectou milhões de utilizadores em todo o mundo.A Kaspersky Lab confirma que a sua tecnologia AEP conseguiu bloquear as tentativas de infecção desta vulnerabilidade - que até esse momento era desconhecida

06 nov 2013   Comunicados de Imprensa

28% dos europeus não comprovam a segurança dos sites onde introduzem dados

24% dos utilizadores europeus nunca ouviram falar de ferramentas para comprovar a veracidade de um site62% dos europeus já se depararam com pelo menos uma ameaça online aos seus activos financeirosQuase 30% dos europeus introduzem dados confidenciais (incluindo dados financeiros) em páginas web sem comprovar primeiro se estas são autênticas. Dos países da Europa, Espanha é o mais descuidado, quase o triplo da média do continente. O país onde os utilizadores são mais precavidos é a França, onde só 9% não se certificam da segurança dos sites antes de introduzir informação pessoal. Estes são dados obtidos no estudo “Consumer Security Risk Survey 2013” realizado por B2B Internacional para a Kaspersky Lab.Os cibercriminosos aproveitam esta despreocupação e criam versões falsas de sites para roubar as credenciais dos utilizadores. A criação de websites falsos que imitam sites de companhias importantes para roubar dados pessoais é uma fraude bastante popular na Internet. Uma proporção importante dos sites de phishing (1 em cada 5, segundo os dados da Kaspersky Lab) é criada para roubar informação financeira. Os utilizadores ignoram muitas vezes esta ameaça e não tomam as medidas adequadas para se proteger. De facto, o estudo revela que 24% dos europeus nunca tinha ouvido falar

← Previous   |   Top Of Page   |   Next →

© 1997 - 2014 Kaspersky Lab

Todos os direitos reservados.