Kaspersky Lab alia-se ao Facebook para tornar as redes sociais um lugar mais seguro

17 out 2012
Notícias de Negócios

A Kaspersky Lab anuncia hoje o estabelecimento de uma aliança com o Facebook (NASDAQ: FB) com o objectivo de melhorar a segurança das redes sociais online e offline. No âmbito deste acordo, a Kaspersky Lab dará ao Facebook informações totalmente actualizadas sobre as últimas ameaças de malware em todo mundo, protegendo deste modo os utilizadores da rede social que, inadvertidamente, visitem websites maliciosos.

Os utilizadores tendem a clicar nos links partilhados pelos amigos da rede social e esta confiança é algo que os cibercriminosos conhecem bem e tentam explorar ao máximo. Assim, as URLs maliciosas são automaticamente partilhadas com os contactos pessoais da vítima sem o seu conhecimento, fazendo com que os links pareçam legítimos. Agora, quando os utilizadores do Facebook partilharem ou clicarem em algum link, este será de imediato verificado junto da base de dados de páginas maliciosas da Kaspersky Lab.

Se o link coincide com a lista do Facebook de "known-bad" URLs - que a Kaspersky Lab e outros fabricantes de segurança disponibilizam ao Facebook – o utilizador é de imediato notificado e o acesso a essa página será bloqueado. Isto não só evita que o equipamento e dados pessoais do utilizador corram riscos, como ainda evita que os links maliciosos se propaguem.

Na Kaspersky Lab são diariamente analisadas mais de 125 mil ameaças e mais de 800 analistas anti-malware trabalham todos os dias para lutar contra o cibercrime.

Utilizando a informação da Kaspersky Security Network - um repositório na nuvem composto por informação em tempo real sobre as infecções e a actividade do malware que os clientes da Kaspersky Lab partilham voluntariamente - os peritos da companhia podem analisar os dados e gerar protecção para os seus 300 milhões de utilizadores em todo mundo.

Manter os utilizadores do Facebook informados e protegidos

Informar os utilizadores é essencial na protecção contra o cibercrime. Além de oferecer ao Facebook informação sobre ameaças, a Kaspersky Lab também contribuirá com artigos que incluem conselhos de analistas, truques e dicas e informação na página de segurança do Facebook. Este site mantém a comunidade online informada sobre as últimas ciberameaças e oferece lembretes regulares sobre hábitos saudáveis de navegação na Internet. Para mais informações sobre este serviço do Facebook, visite: www.facebook.com/security

DECLARAÇÕES:

Joe Sullivan, director de segurança do Facebook

"A partir de hoje, os utilizadores do Facebook poderão beneficiar da Kaspersky Lab e da sua tecnologia líder na indústria da segurança, bem como da sua informação sobre URLs maliciosas. Esperamos que o trabalho conjunto das nossas empresas ajude a manter os utilizadores seguros tanto dentro como fora do Facebook".

Steve Orenberg, Presidente da Kaspersky Lab América do Norte

"Quando a Kaspersky Lab foi criada, há quinze anos, mal podíamos imaginar a forma como a tecnologia iria permitir aos cidadãos interligarem-se na Internet, e o enorme impacto que isto teria nos indivíduos e na sociedade. A missão da Kaspersky Lab tem sido sempre a de proteger utilizadores e empresas ligadas à rede, e não há uma rede que lidere o futuro das ligações online como o Facebook. Ambas as companhias são as melhores naquilo que fazem, pelo que faz sentido que trabalhemos juntos em favor de uma Internet mais segura”.

Costin Raiu, Director da Equipa de Investigação e Análise Global (GReAT) da Kaspersky Lab

"Nos últimos dez anos, temos sido testemunhas de um incrível crescimento na quantidade de informação pessoal que as pessoas partilham de maneira voluntária, e os cibercriminosos têm seguido o “rasto do dinheiro” de uma maneira natural, criando programas maliciosos cujo alvo preferencial são as redes sociais. É necessária uma combinação de bom senso e tecnologia de segurança líder para estar protegido online e, graças à colaboração entre o Facebook e a Kaspersky Lab, podemos consegui-lo”.

© 1997 - 2014 Kaspersky Lab

Todos os direitos reservados.